RFB ATRASA A LIBERAÇÃO DA DIPJ/09

Receita Federal ainda não liberou o programa para declaração do IRPJ Bárbara Ladeia Do Diário do Grande ABC Os empresários brasileiros terão de apressar o passo se quiserem manter suas contas em dia com o Leão. Embora o prazo para declaração do Imposto de Renda de Pessoas Jurídicas acabe no dia 30 de junho, a Receita Federal ainda não liberou o software para realização do acerto de contas com a Fazenda. Para Lázaro Rosa da Silva, advogado tributarista do Cenofisco (Centro de Orientação Fiscal), o tempo não é suficiente. "Seriam necessários cerca de 60 dias para estudar o programa, verificar as alterações e aí sim começar o preenchimento com os documentos", afirma. "Sem a liberação do programa não dá para saber as alterações deste ano, todos os documentos que serão pedidos, entre outros." Segundo o advogado, para as pessoas jurídicas, o nível de dificuldade para a operação do software acaba por demandar mais tempo. "Têm modalidades de declaração que chegam a 70 fichas para preenchimento", ressalta Silva. "A cada dia que passa, o desespero de contadores e empresários aumenta." Embora a Receita não tenha sinalizado a respeito de prorrogamento do prazo para entrega das declarações, Silva não duvida dessa possibilidade, tendo em vista o atraso. No entanto, a multa mínima para os atrasados é de R$ 500. "A contabilidade da empresa, a essa altura, já está concluída, mas não basta isso para fazer a declaração. É um enorme problema quando não se tem um tempo de folga entre a liberação do programa e a data-limite para entrega dos formulários prontos."

Direitos reservados | 2015 Desenvolvido por :: Consultta.com

2015 Desenvolvido por :: Consultta.com